domingo, 30 de setembro de 2012

Só por hoje...

Amanhã eu volto a fingir estar bem.


Desculpas, são só desculpas.

Eu sou aquela presença desnecessária, a última opção, a saída mais fácil, alguém dispensável.
Enquanto você é tão agradável, parece feliz ao se perder em seu próprio mundo, e eu não tenho o menor dos direitos de invadi-lo.
Se apaixonar é tão dispensável e patético.
Não tenho razões pra acordar amanhã, todos as minhas supostas responsabilidades são só desculpas para continuar vivendo. Não tenho motivos, não tenho razões, não quero mais desses sorrisos instantâneos.



quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Me sinto como um travesseiro '-'

Aqueles no qual a gente se agarra quando não tem mais ninguém pra preencher o abraço, que fica encharcado de lágrimas, que é amassado e espancado. 
Me sinto uma ferramente que alivia o estresse. 
Tudo bem, se for de alguma ajuda! 




















Se for por você...

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Sem valor

Fraqueza, fracasso, inutilidade.
Todo o esforço jogados ao vento.
Qualquer boa intenção, esquecida.
Correr não vai fazer eu chegar a lugar algum.
Desistir é egoísmo.
Abandonar é ingratidão.
Ser feliz não é uma opção.
Cada um carrega o fardo que consegue suportar.


domingo, 16 de setembro de 2012

Deslocada.

 O tempo e a distância realmente afasta pessoas e desfaz laços. 
Estar rodeada de velhos amigos, de amigos dos meus velhos amigos, e perceber que meu lugar não é mais ali. Ainda que exista um carinho muito grande, as diferenças acabam ganhando proporções muito maiores. 
Sentir-se solitária e deixada de lado no meio de uma multidão, sem assunto, sem graça e incomodada com o fato de ter que permanecer ali para não magoar uma amiga que de fato eu amo de todo o coração. 
E então eu percebo, que com o resto do mundo essa história se repete. Parece não haver lugar pra mim em canto algum. Eu passo tanto tempo no meu próprio mundo, que acabo me excluindo da vida real, e o problema, é que eu não me incomodo com isso, na verdade, é uma posição confortável.
Só existe um lugar que eu queria estar agora, só existe uma pessoa com a qual eu gostaria de ter a companhia e que eu não me sentiria incomodada. Tenho medo dessa dependência, tenho medo de que nossa amizade termine por culpa desses meus sentimentos egoístas.
Eu queria desistir, mas eu queria mais ainda ... tê-lo comigo. 

"Eu sempre desejo
que você esteja aqui.
Mas eu ainda estou feliz por ter te conhecido
e encontrado sua gentileza." (Yui)


sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Não é novidade ...

Velhos arrependimentos não se resolvem com uma borracha, as vezes eles tendem a incomodar e não importa o quanto você tente afastá-los da sua vida, são marcas que sempre trarão de volta más recordações.



Reconsidere e me salve desse inferno.

Eu sei que você não precisa de um problema como eu, mas eu preciso de uma solução como você. 


Grite !


Sinto uma prisão se erguendo em volta da fantasia que criei... 

Só tenho o direito de permanecer calada, tudo que eu disser poderá e será usado contra mim!




quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Permita - me

"-Eu consegui ler as entrelinhas."  Por que você sempre entende o oposto do que eu tento te dizer ?
Odeio essa espera pra falar com você, estou começando a odiar o fato de gostar tanto assim, e eu terei que desabar, e você não terá que ver isso. Até minha dor eu tento esconder por saber que fará mal a você, e eu não quero entender o por quê de ser tão difícil, eu apenas quero estar com você, e eu não me importo em esperar, eu realmente não me importo. 
Não suporto olhar outras pessoas se aproximando de você enquanto eu tenho que me afastar. Não quero deixar de ser a pessoa em quem você mais confia, perceba o quanto me esforço por você. Estou sacrificando meus sentimentos para cuidar dos seus. Permita-me estar por perto, me deixa ser útil ?


" Eu realmente posso te amar ? As vezes eu acho que não...


terça-feira, 4 de setembro de 2012

Realidade e sonhos sem contraste.

Hoje ouvindo minha mãe dando conselhos a uma amiga, me peguei sendo apunhalada por cada um deles... 
"Antes de um casal, eles precisam ser melhores amigos."
"Antes de qualquer coisa, eles precisam pensar um no outro."
"Ter a certeza de que estarão juntos, um apoiando o outro, é isso que faz as diferenças serem superadas." 

Meu melhor amigo... aquele em quem eu penso antes de pensar em mim... aquele em quem eu acredito sem que nem ele mesmo acredite na própria força. 


Me dei conta de que temos tudo, menos um ao outro. 


Hoje nem consegui perguntar " tudo bem ?" , soaria como uma piada, e ele também preferiu não perguntar. 

É tão injusto amar alguém que está tão longe do meu toque, mas que chega tão perto da minha alma e tem total influência sobre meu estado de espírito. É tão doloroso querer pedir "fique comigo" e me negar a isso por saber que estaria fazendo-o perder tempo. 

Eu ainda não me permiti chorar, mas já dilacerei meu coração, e não tenho nenhuma intenção de curá-lo. A dor me parece mais prazerosa do que este descaso que tenho tentado fingir. 


Por que tem que ser assim ? Eu não sei mais o que fazer. Talvez eu tenha desistido também.





Você não está sozinho.

Você sabe... sou inconveniente, mas só porque eu não consigo me manter apática ao te ver calado, aguentando tudo sozinho. 





domingo, 2 de setembro de 2012

Sufocando.

Difícil admitir minhas fraquezas, mas neste exato momento sinto como se meu coração estivesse fazendo força para abrir meu peito em uma tentativa idiota de suicídio. Tentei de todas as formas não pensar hoje nessa dor que se acumula, que toma a forma de um choro engasgado. Eu não vou chorar, não vou me importar, não vou pensar. 
Negarei com tudo que tenho, usarei meus argumentos e armaduras, colocarei todas as máscaras que construi a vida toda, mas não me permitirei cair. Não é necessário mostrar meu sofrimento agora, só pioraria as coisas, e estou exausta, não suporto mais a ideia de ser um problema. 
Talvez ele não entenda a minha vontade de ser um apoio firme onde ele possa se permitir cair, sem se preocupar com o que vou pensar, se ficarei triste por vê-lo deprimido. Talvez ele não entenda que eu não quero cercar a vida dele ou cuidar de tudo por ele. Talvez ele não veja, mas não estou pedindo nada em troca, que tudo que faço é por saber exatamente como é sentir na pele esse estado de abandono e solidão. 
Talvez eu não entenda que ele prefira a solidão, que eu posso não ser um incomodo pra ele, mas que com certeza acabo deixando-o incomodado. 
Talvez eu só esteja arrumando desculpas para encobrir o óbvio, não somos fortes o bastante pra seguir adiante, que em algum momento perdemos a fé. 


Eu não consigo acreditar na frase, "Deus sabe como eu gosto de você" . 
Cry in silence...